Home / Destaque / Promotoria pede dois anos de prisão para Neymar e R$ 35 milhões de multa

Promotoria pede dois anos de prisão para Neymar e R$ 35 milhões de multa

neymar-pai-filho

O juiz da Audiência Nacional da Espanha, o que aqui no Brasil seria o Supremo Tribunal de Justiça, José de La Mata deu inicio nesta quinta-feira ao julgamento contra Neymar, seus pais, o presidente do Barcelona (Josep Maria Bartolomeu), seu antecessor (Sandro Rossel) e também como pessoas jurídicas o Barça e o Santos por corrupção.

O magistrado impôs uma fiança conjunta e solidária de 3,4 milhões de euros, que dar um total de (quase R$ 12 milhões) a Bartolomeu, Rosell, Barcelona, Santos e o ex. presidente do clube brasileiro Odilio Rodrigues.

Com exceção de Bartolomeu, por falta de indícios, a promotoria espanhola já apresentou por escrito as acusações contra todos os citados.

Quanto ao atacante Neymar, a Fiscalia pedirá dois anos de prisão e mais 10 milhões de euros, equivalente a (R$ 35 milhões) de multa e cinco anos de detenção para Sandro Rosell por delitos de corrupção e desvio de dinheiro do grupo DIS na contratação de brasileiros, o qual tinha 40% dos direitos federativos do jogador.

José Perals, o promotor do caso, também cobra 8,4 milhões de euros, o que equivale a R$ 29 milhões de multa para o Barça e sete milhões de euros do Santos, em real R$ 24,5 milhões.

O promotor pede dois anos de prisão para o pai de Neymar e um ano para a mãe, ambos por delito de corrupção nos negócios. Perals pede também multa de 1,4 milhões de euros para a empresa N&N, responsável por acertar a negociação com o Barcelona

Fonte: F7 Online, com ESPN

Deixe o seu Comentário

Comentários

Além disso, verifique

michel-temer-rodrigo-maia-conferencia-brasilia-05

Temer reúne ministros para traçar estratégia antes de denúncia

O presidente Michel Temer se reuniu no início da noite deste domingo com seus principais ministros ...