Home / Feira de Santana / Procura por vacina contra a gripe lota postos de saúde; veja calendário de imunização

Procura por vacina contra a gripe lota postos de saúde; veja calendário de imunização

posto-medico-fsa

Muita gente procurou os postos de saúde nesta segunda-feira (23) à procura da vacina contra a gripe, que teve a campanha nacional iniciada hoje. Porém, em Feira de Santana, muita gente não conseguiu. A alta procura fez com que as fichas acabassem. Teve gente que percorreu mais de três postos e, ainda assim, saiu sem ser vacinado.

José Carvalho levou a filha de dois anos e meio para tentar se vacinar, mas não conseguiu. “Agora vou tentar em outro posto. Se não conseguir na rede pública, vou tentar particular, mas não vou esperar”, afirmou.

Além da grande procura e das fichas acabarem, as pessoas também reclamaram da falta de informação sobre os grupos prioritários a serem vacinados. Em Feira de Santana, inicialmente o grupo a ser vacinado é de profissionais de saúde. (Veja abaixo o cronograma).

O professor Marialvo Barreto ficou surpreso ao saber dessa informação. “Não sabia que hoje era exclusivo para a área de saúde e muita gente está voltando pra casa. Já fui a três postos de saúde e não consegui. Se eles avisaram que hoje era prioridade para área de saúde eu não ouvi e ninguém ouviu, pois estou vendo muitas pessoas aqui que não são da área de saúde. Vou continuar tentado a vacina”, disse.

Apesar de existir um cronograma e de inicialmente apenas os profissionais de saúde serem os contemplados, a secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, destacou que qualquer pessoa, dentro do grupo estabelecido pelo Ministério da Saúde que for até os postos de saúde, será vacinada.

Tem direito à vacina crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto), idosos com 60 anos ou mais, funcionários da área da saúde, população e funcionários do sistema prisional, portadores de doenças crônicas não transmissíveis (tem que levar relatório médico), e professores da rede pública e privada.

“Fizemos um cronograma municipal, onde vamos atender profissionais de saúde de 23 de abril até 2 de maio. Crianças, de 3 de maio a 12 de maio, gestantes, puérperas e idosos de 14 a 18 de maio. Pessoas com comorbidades e professores, de 19 a 25 de maio. Privados de liberdade, de 25 de maio a 1º de junho. Começamos com os profissionais de saúde, mas os outros grupos que comparecerem as unidades também serão vacinados”, frisou.

Denise explicou que a secretaria está fazendo essa divisão de datas para organizar, de acordo com o quantitativo de vacinas que o município recebeu até o momento. Segundo ela, a meta do município é vacinar 138 mil pessoas, mas até o momento Feira de Santana só recebeu 20% de vacinas desse quantitativo.

“Nós recebemos as vacinas na quarta-feira à tarde, organizamos e arrumamos na quinta pela manhã. Só recebemos 20% do quantitativo que vamos vacinar. A maioria dos municípios optou por começar por profissionais de saúde, pois é quem mais lida com os pacientes e têm que estar logo vacinados. Pedimos que as pessoas sigam o cronograma por conta do quantitativo que recebemos. Acredito que essa semana deve chegar mais vacinas”, afirmou.

Já as pessoas que não fazem parte dos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde poderão ser vacinas após o término da campanha, caso o município atinja a meta e sobre doses da vacina. A secretária Denise Mascarenhas lembra ainda que a rede privada também tem a vacina disponível.

A secretária informou ainda que nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) não há vacinas disponíveis e orientou que as pessoas devem procurar os postos de saúde próximos ao local onde moram. Após a vacina, a pessoa leva de 10 a 15 dias para ficar imunizada.

H1N1

Sobre os casos da gripe H1N1 em Feira de Santana, Denise Mascarenhas tranquilizou a população e disse que até o momento apenas um caso foi confirmado. “Feira de Santana está acompanhando todos os casos suspeitos”.

Cronograma de imunização

Profissionais de Saúde
23 de Abril a 02 de Maio

Crianças
03 de Maio a 12 de Maio

Gestantes, puéperas e idosos
14 de Maio a 18 de Maio

Comorbidades e professores
19 de Maio a 25 de Maio

Privados de liberdade e medidas socioeducativas
25 de Maio a 01 de Junho

Fonte: Acorda Cidade, com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Deixe o seu Comentário

Comentários

Além disso, verifique

sebrae

Sebrae oferece mais de mil vagas nas regiões de Feira, Chapada e Nordeste baiano

Mais de 1,4 mil vagas para capacitações distribuídas em oficinas, palestras, seminários e orientações técnicas ...