Home / Bahia / ‘Não é competência da prefeitura’, diz Tinoco sobre taxa para policiais em show de Ivete

‘Não é competência da prefeitura’, diz Tinoco sobre taxa para policiais em show de Ivete

secretário-ssa

O secretário municipal de Cultura e Turismo (Secult), Claudio Tinoco, diz que “não é competência da prefeitura” pagar a taxa cobrada pela Secretaria de Segurança Pública para realizar policiamento em eventos privados. O caso em questão é o show de retorno da cantora Ivete Sangalo aos palcos em evento previsto para o próximo domingo (29) no circuito Barra/Ondina. O show será custeado pela cervejaria Schin.

De acordo com a SSP, em todo e qualquer evento fora do calendário habitual de festas populares, e organizado sem consultar as forças policiais em tempo hábil, é cobrada uma taxa para o Fundo Especial de Aperfeiçoamento dos Serviços Policiais (Feaspol). 

“Existe uma tradição de reciprocidade e cooperação entre a prefeitura e PM. Temos um calendário de eventos pré-definido. A prefeitura isenta a PM de várias taxas, como no final da semana passada quando promoveu a 41ª edição da corrida Tiradentes. Esse espírito de reciprocidade sempre prosperou”, disse Tinoco em entrevista ao apresentador José Eduardo na Metrópole FM na manhã desta quarta-feira (25).

“Tivemos essa surpresa, que foi a cobrança que pareceu uma picuinha natural do período político. Desde o dia 11 de abril a Saltur encaminhou ofício para o comando de operações. Esse é um evento extraordinário, que poderia inclusive ter ocorrido na semana do aniversário da cidade de Salvador”, justificou Tinoco.

“É um problema que tem que ser tratado como assunto administrativo, não como picuinha”, enfatizou o secretário.

Fonte: Bocão News

Deixe o seu Comentário

Comentários

Além disso, verifique

sebrae

Sebrae oferece mais de mil vagas nas regiões de Feira, Chapada e Nordeste baiano

Mais de 1,4 mil vagas para capacitações distribuídas em oficinas, palestras, seminários e orientações técnicas ...