Home / Gospel / Conheça Day McCarthy, a mulher que queimou a bíblia, xinga tudo ofende a todos

Conheça Day McCarthy, a mulher que queimou a bíblia, xinga tudo ofende a todos


Com o seu nome bastante comentado na internet por conta das suas polêmicas e comentários de cunho racistas, a blogueira Day McCarthy provocou a ira na internet, que logo tratou de investigá-la no sentindo de levantar informações sobre a brasileira, que estaria morando no Canadá.

Em um print que circula pelas redes sociais, é possível ler uma postagem de alguém que diz conhecer Dayane e sua família. Segundo o texto, ela morou em Rio das Ostras (RJ) e teria completado seus estudos no Centro Educacional Barbosa Figueiredo por meio do programa de Educação Jovens e Adultos (EJA). Em outro print, uma mulher apontada como Day McCarthy, então com 22 anos, aparece em uma ficha criminal nos Estados Unidos, presa por prostituição.

A mulher que tem como nome, Dayane Alcântara Couto de Andrade, de 28 anos, se apresenta nas redes sociais como “Day McCarthy”, uma “socialite e escritora de sucesso”. Em seu site pessoal, Dayane afirma que, com suas palavras, que pretende levar “alegria, esperança e reflexões às pessoas ao redor do mundo”. Ela também afirma ser bacharel em Belas Artes, pela New York Film Academy e em Administração de Empresas, pela Universidade George Washington. Diz ainda ter frequentado, sem especificar qual curso, a Universidade de Harvard. Conta que possui quatro livros publicados, mas não divulga os nomes.

A postagem que coloca em xeque a reputação de McCarthy, no entanto, a chama de “mentirosa compulsiva”. Uma conta de Instagram também parece ter sido criada para expor o passado da blogueira, mas já foi retirada do ar.

Dayane provocou indignação nas redes socais após ofender Titi, de apenas 4 anos, filha de Bruno Gagliasso. “Queria entender os falsos, os puxa sacos, que me criticam pela minha aparência, por não ter olhos azuis, cabelo liso e nariz bonito, fino, como a sociedade impõe esse tipo de beleza. Mas ficam lá, no Instagram do Bruno Gagliasso, elogiando aquela macaca, a menina é preta, tem cabelo horrível, de bico de palha, e tem um nariz de preto, horrível, e o povo fala que a menina é linda. Essas mesmas pessoas vêm no meu Instagram criticar a minha aparência. Você só está puxando saco porque é adotada por famosos. Filha não é. Como duas pessoas brancas, dos olhos claros, vão ter uma filha preta, de cabelo pico e com nariz de negro. Ai, povo ridículo hein”, disse McCarthy, em vídeo postado no seu perfil no Instagram que logo em seguida a conta foi tirada do ar.

Em agosto do ano passado, ela usou seus perfis para atacar Rafaela Justus, filha de Roberto Justus e Ticiane Pinheiro. Ela chamou a menina de 8 anos de “brinquedo assassino”, em referência ao filme do boneco Chucky. Após a repercussão e um processo, a postagem foi retirada do ar.

Em outubro, o alvo das ofensas foi o filho de Ana Hickmann, Alexandre, de 3 anos. A apresentadora e o marido registraram boletim de ocorrência, em São Paulo.

 

Ainda no ano passado o alvo de Daiane foi a cantora Anitta, que segundo ela é usuária de cocaína. “Anitta cheira pó, sim! Cheirou pó na minha frente, eu ainda filmei, sem querer. E se me irritar muito eu posto o vídeo mesmo”, ameaçou.

Mas as polemicas de Daiane não param por ai. O ano passado, a mira dela foi contra os evangélicos, quando gravou um vídeo citando o salmo 91 da bíblia e logo em seguida, a rasgou e a queimou, xingando os evangélicos.

Parentes da moça concederam uma entrevista ao jornal O Globo no dia 28 de novembro do ano passado, e deram mais detalhes sobre a jovem de 28 anos.

Segundo eles, Day McCarthy – que, na verdade, se chama Dayane Alcântara Couto de Andrade – perdeu o contato com os parentes desde que se mudou para o Rio de Janeiro. Ela nasceu na cidade de Cancelas e cresceu em Presidente Kennedy, ambas no interior do estado do Espírito Santo.

”Ela estudou em escolas particulares, freqüentou durante um ano a Igreja Batista, até se mudar para o Rio. Foi morar na capital fluminense depois de conhecer um músico. Sempre sonhou em ser rica e famosa. Foi uma adolescente muito revoltada. Vendo tudo isso que ela tem feito, acho que está maluca. Precisando de ajuda psiquiátrica”, disse o parente, que prefere não se identificar.

”Não sabemos muita coisa dela. O que sei dizer é que se casou com um italiano rico e depois foi com ele para os Estados Unidos, depois para o Canadá”, contou outro parente.

Ainda segundo a publicação, Day McCarthy perdeu o pai quando tinha 18 anos. Em seguida, ela teria brigado com a mãe para ficar com toda a herança, pegou sua parte e foi viver sozinha. Além disso, ela teria viajado para os Estados Unidos, onde supostamente ficou ilegal e trabalhou como babá. ”Já separada do empresário, ficou rica. É tudo o que nós sabemos”, disse outro.

Na mesma época surgiu a informação de que ela deveria responder à Justiça por três crimes: injúria racial, difamação e injúria. A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu um inquérito para investigar o caso após o ator Bruno Gagliasso registrar boletim de ocorrência contra Daiane.

Segundo o site UOL, na sua ficha policial, Day aparece como “mantenedora ou freqüentadora de prostíbulo” – “bawdy place”, em inglês. No estado da Virginia a polícia dá voz de prisão para pessoas que se prostituem nas esquinas, motéis e até mesmo em suas próprias casas. A pena para tal crime é de um ano de prisão ou pagamento de fiança de US$ 2,5 mil, que fica em cerca de R$ 8 mil reais. Segundo o UOL apurou, a moça pagou a fiança.

Veja Aqui Agora

Deixe o seu Comentário

Comentários

Além disso, verifique

sebrae

Sebrae oferece mais de mil vagas nas regiões de Feira, Chapada e Nordeste baiano

Mais de 1,4 mil vagas para capacitações distribuídas em oficinas, palestras, seminários e orientações técnicas ...